quarta-feira, 11 de julho de 2007

Pobres príncipes

Lulu está convencida de que a culpa de toda a nossa agonia é dos contos de fadas. As mulheres foram criadas para esperar o princípe encantado. Se ele não vem, ficamos frustradas. Mas afinal o que de tão especial têm esses princípes? A gente só ouviu dizer que eles foram lá, salvaram as moçoilas e daí os dois viveram felizes para sempre. Como era essa felicidade, ninguém contou.
Se a gente reparar bem, esses princípes são bem meia-boca. Nem seus nomes a gente sabe... Estava aqui tentando me lembrar. Como chama o príncipe da Branca de Neve? E o da Cinderela? E o da Bela Adormecida? Nenhum deles tem nome. São todos uma massa amorfa, sem nenhuma personalidade. Quando têm algum diferencial, como a Fera, é porque foram vítimas de um feitiço e quando são desenfeitiçados viram o mesmo príncipe sem graça... É verdade, Lulu. Temos que começar a preparar as novas gerações de mulheres. Mas o que é que a gente vai dizer?

Um comentário:

Tati disse...

Hoje eu TENHO que comentar esse post, depois do que falamos da Bela Adormecida...a minha parte vou tentar fazer. Ainda na barriga já falo pro meu princepezinho ser educado, ligar no dia seguinte, respeitar as moças, ser estudioso, culto, gostar de ler...