quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Da doçura da alcachofra

Primeiro você vai tirando cada uma das folhinhas, molhando no azeite com sal. Uma por uma, até chegar aos espinhos. Depois você pega um chumacinho de cada vez, molha no azeite com sal, e chupa pra não perder nada. Vem então a grande recompensa. Se a alcachofra ficou inteira, sobra o fundo côncavo, maciço, que faz ventosa no prato. Aí você come aquilo em mordidinhas bem pequenininhas, pra degustar cada pedacinho. E depois de acabar, vem a parte mais surpreendente. É só tomar um gole de água para detonar uma outra gama de sabores, doces, um contraponto incrível ao sal e ao leve amargor da estranha flor.

3 comentários:

v. disse...

=)

dá até vontade

Tati disse...

Adoro, amo, deu muita vontade.

LizandraMA disse...

Ê!!! Bem vinda, Tati! Tá chegando a época da alcachofra, é coisa de inverno, hummm... delícia!