quarta-feira, 6 de maio de 2009

Chuchu no fio

Na minha rua tinha um chuchu. Sabe-se lá quem foi o incauto que jogou uma semente de chuchu naquele quadradinho de terra da árvore frondosa que protege o ponto de táxi, bem aqui na esquina.
A trepadeira intrépida subiu pelo caule, se enroscou toda na copa e ganhou o fio de alta tensão. Enrolando-se exatamente como o fio se enrola em si mesmo, deu um colorido extra - e algumas folhas - a toda aquela aridez.
Por mais de dois metros de extensão a trepadeira cresceu enrolada e então decidiu dar frutos. Nasceu um chuchu bem no meio do fio, a mais de quatro metros de altura, entre o telhado da pizzaria e o ponto de táxi.
Feliz da vida, o legume vê o mundo de cima, observa os frequentadores do bar em frente e confirma o quanto a voz do povo não se engana. Chuchu dá mesmo em qualquer lugar.

2 comentários:

Sill disse...

Vc bem q podia fazer um caldinho de xuxu pra gente :) bj Sill

T disse...

ahahahah
Por fim, sobrarão as baratas, escorpiões, Keith Richards e chuchus!!