sexta-feira, 6 de março de 2009

Cegonha desorientada

Cada vez que faz um calô senegalesco (tks, Van) como o desses dias, mais me convenço de que a pobre cegonha que me trouxe perdeu a rota. Vejam bem, eu tenho uma alma nórdica. Ou pelo menos temperada. E me colocam num corpitcho soteropolitano que come o pão que o diabo amassou cada vez que o termômetro passa dos 30 graus.
Sem contar o mal-estar e a pressão baixa, meus pés hoje ficarão tão molhados que não conseguia andar pela rua e precisei tirar a sandália pra chegar no carro. Nas ladeiras de Perdizes, não conseguia nem parar em pé.
Já me pergunto o que será de mim na menopausa. Melhor realmente começar a pensar em voltar para meu lugar de origem, enquanto o frio ainda existe.

3 comentários:

Tati disse...

Ontem mesmo perguntei pro meu marido o que ele acharia de nos mudarmos para o Canada...calor infernal que ta aqui.
Vc vai no workshop de 14.03????

LizandraMA disse...

Oi, querida
Melhorou um pouquinho mas ainda tô passando mal.
Dia 14 não posso ir, vou trabalhar num evento...
Mas acho que vou no dia 30, apesar de já ter visto ano passado.
Você voltou a trabalhar? Como estão as coisas?
beijo

Tati disse...

Voltei e achei bom pra falar a verdade.

Vai no dia 30, estou com saudades de você.

Um beijo